Home / Brasil / Paraibana é morta pelo companheiro em São Paulo; suspeito foi preso

Paraibana é morta pelo companheiro em São Paulo; suspeito foi preso

Compartilhe:

Um homem foi preso em Praia Grande, no litoral de São Paulo, ao tentar salvar a própria mulher que havia sido baleada por ele mesmo minutos antes. Segundo informações da polícia divulgadas neste sábado (5), o marceneiro José Dantas da Silva, de 44 anos, atirou contra a esposa, Maria Dalvina Dantas, de 39, que é natural de Bom Jesus e que residiu muito tempo no distrito de São José, o crime ocorreu durante uma discussão. Após se arrepender do crime, ele levou a vítima ao hospital, onde acabou sendo preso em flagrante. A vítima não resistiu e acabou morrendo.

+ Soldado da PM suspeito de matar pedreiro é linchado até a morte no Ceará

De acordo com a polícia, o crime ocorreu no bairro Vila Antártica, mas só foi descoberto quando a vítima foi levada ao Hospital Irmã Dulce. O suspeito, que já havia sido denunciado pela própria mulher por agressões anteriores, acabou sendo detido na porta do hospital. José Dantas daSilva afirmou que estava alcoolizado e, por isso, disparou contra o abdômen da vítima. O filho pequeno do casal estava dormindo na mesma casa e não presenciou a discussão.

A arma foi encontrada pela polícia escondida no guarda-roupa da vítima com quatro munições intactas e uma deflagrada, justamente a que atingiu Maria Dalvina. O armamento também estava com a numeração raspada e não era registrado no nome do suspeito. Na audiência de custódia ocorrida no Fórum da cidade, o marceneiro teve a prisão em flagrante convertida em preventiva e foi recolhido a cadeia pública da cidade.

Ainda de acordo com a polícia, a vítima havia registrado um boletim de ocorrência contra o agressor em 2018. Na ocasião, a equipe da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) recomendou que ela aceitasse medidas protetivas e fizesse exame de corpo de delito para evitar novas agressões. A vítima, na época, não deu andamento ao processo e continuou morando com o agressor, mesmo sofrendo ameaças.

O corpo foi transladado para o Estado da Paraíba onde chegará neste domingo. 

G1 SP

Leia mais notícias do Brasil

Veja outras notícias em catoleagora.com

Deixe um Comentário

Deixe uma resposta

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.