Perigo no prato: Cinco alimentos que nunca deve comer

Os cinco tipos de alimentos que nunca se deve comer são aqueles que incluem na sua composição gorduras processadas, açúcar, sal, aditivos como corantes, conservantes e realçadores de sabor. Essas substâncias artificiais são prejudiciais para o organismo e estão associadas ao aparecimento de doenças como diabetes, obesidade, hipertensão e câncer.

 

VEJA TAMBÉM:

 

Por outro lado, esses alimentos podem ser substituídos por versões mais saudáveis, cozinhadas no forno ou grelhados que contenham gorduras boas como azeite e óleo de coco, farinhas integrais e adoçantes naturais, como stévia e xilitol.

 

Veja os cinco alimentos que devem ser evitados e como substituí-los na dieta:

 

1. Frituras em óleos vegetais

Alimentos fritos acabam sendo extremamente ricos em calorias extras que advém da gordura, sendo nocivos sobretudos para quem deseja perder peso. Além disso, o consumo excessivo de óleos vegetais refinados pode prejudicar a saúde, como os óleos de soja, canola e milho, por exemplo. 

 

2. Carnes processadas

Carnes processadas como salsichas, salame, presunto e mortadela são ricas em gorduras, pois há muito sal, conservantes e realçadores de sabor, que aumentam o risco de problemas como pressão alta, câncer do intestino e outras patologias sérias. 

 

3. Comida pronta congelada

Comida pronta congelada, como lasanha ou pizza, são normalmente ricas em sal e gorduras transgênicas, elementos que ajudam a conservar o alimento e dar mais sabor, mas que acabam provocando problemas como retenção de líquidos e aumento da pressão arterial.

4. Temperos em cubos e molhos de soja

Temperos de carne, galinha ou legumes em cubos e molhos como os de soja e inglês, são muito ricos em sódio, o composto do sal que causa aumento da pressão arterial. Além disso, muitos são compostos por realçadores de sabor e conservantes que irritam o intestino e causam dependência no sabor.

 

5. Refrigerantes

Estas populares bebidas são bebidas ricas em açúcar, aditivos, conservantes e realçadores de sabor que aumentam o risco de problemas no intestino, inflamação, aumento do açúcar no sangue, obesidade e diabetes. 

 

NOTÍCIAS AO MINUTO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *