Plano estadual prevê volta às aulas presenciais para todos os níveis de ensino na PB

O plano da Secretaria de Estado da Educação prevê a volta às aulas para 1º de março, com 30% da capacidade de alunos de forma presencial e 70% remota, segundo informações da assessoria de imprensa da secretaria.

Ainda conforme a assessoria, um decreto está previsto para sair ainda nesta semana e as medidas publicadas dependem da situação da pandemia na Paraíba. O estado vai seguir normas divulgados em setembro, em ‘Diretrizes para o retorno às aulas presenciais – Plano Novo Normal para a Educação da Paraíba (PNNE/PB)’.

Entre as diretrizes está, por exemplo, o caráter obrigatório do uso constante de máscaras por estudantes, profissionais da educação e outras pessoas que eventualmente acessem a escola.

Além disso, as instituições de ensino foram orientadas para a possibilidade de utilizarem atividades pedagógicas não presenciais ou ensino remoto, tendo em vista a flexibilização dos dias letivos, mas a manutenção da carga horária anual.

Retorno presencial em João Pessoa e Campina Grande

Em João Pessoa, a prefeitura autorizou o retorno das aulas presenciais para ensino médio e superior no dia 2 de outubro de 2020, após sete meses sendo feitas à distância.

Entretanto, quase dois meses depois, as aulas presenciais em escolas particulares, cursos e faculdades voltaram a serem suspensas em 25 de novembro de 2020, após acordo com o Ministério Público Federal (MPF) e o Ministério Público do Trabalho (MPT).

Conforme a Prefeitura, a decisão considerou informações prestadas pelos representantes das secretarias da Saúde Estadual da Paraíba e Municipal de João Pessoa e do Conselho Regional de Medicina (CRM), que constataram alta no número de casos de Covid-19.

Em Campina Grande, escolas de educação infantil da rede privada de Campina Grande, cursos de idiomas e reforço escolar no município retornaram às atividades presenciais, após flexibilização autorizada pela prefeitura em 7 de outubro.

Em 25 de novembro, um decreto autorizou o retorno das aulas presenciais para os alunos do ensino fundamental I da rede privada de Campina Grande a partir de 1º de dezembro.

O retorno é facultativo e a adesão fica a critério dos pais, podendo permanecer na modalidade remota as famílias que desejarem. As instituições também deverão cumprir as recomendações sanitárias estabelecidas pela secretaria de Educação.

G1 PB