Home / RN / PM é preso suspeito de participação em morte de universitária em Caicó, RN
Zaira Cruz tinha 22 anos — Foto: Arquivo Pessoal

PM é preso suspeito de participação em morte de universitária em Caicó, RN

Compartilhe:

Uma operação da Polícia Civil prendeu na manhã desta sexta-feira (15) em Currais Novos, município do Seridó potiguar, um sargento da Polícia Militar suspeito de matar a universitária Zaira dos Santos Cruz, de 22 anos. A estudante foi encontrada morta no sábado de carnaval dentro de um carro na cidade de Caicó, que fica na mesma região.

Leia também: Homem é morto a tiros na zona rural de Jardim de Piranhas

Zaira, o sargento e mais um grupo de amigos alugaram uma casa para passar o carnaval em Caicó. Segundo o delegado Leonardo Germano, da DP de Caicó, Zaira foi assassinada pelo PM por asfixia mecânica, ou seja, foi estrangulada. Porém, a motivação ainda não foi revelada.

Ao G1, o delegado contou que foi o próprio PM quem chamou a polícia. “Ainda na manhã do sábado de carnaval, em um primeiro depoimento, ele disse que teve relação sexual com a jovem dentro do carro, antes de chegarem ao condomínio. E que ela ‘apagou’ dentro do veículo, e que ele a deixou dormindo no carro porque não quis acordá-la. E quando amanheceu, ele foi no carro vê-la, e ela estava morta. Porém, acreditamos que ele já chegou na casa com ela morta dentro do carro, e que em algum momento antes ele a violentou e a matou”, ressaltou o delegado, revelando haver indícios fortes de que a moça foi estuprada.

Ainda de acordo com Germano, ao ser preso nesta manhã, o policial se reservou ao direito de permanecer em silêncio e só falar em juízo. “Eles não eram namorados, mas estavam tendo um relacionamento. Foi o que disseram os amigos”, complementou.

Natural de Currais Novos, Zaira morava em Mossoró, onde cursava Engenharia Química da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa). Ela deveria se formar ainda este ano.

Há 15 anos na PM, o sargento é lotado no Fórum de Currais Novos. Ele foi preso em casa, sob força de um mandado de prisão preventiva.

G1 RN

Leia mais notícias do RN

Veja outras notícias em catoleagora.com

Deixe uma resposta

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.