Polícia cumpre mandados na região de Catolé do Rocha contra suspeitos de assaltos a bancos

Pelo menos 16 pessoas foram presas nesta quinta-feira (24) suspeitas de assaltos e explosões a bancos, na Paraíba. As prisões aconteceram durante uma operação integrada das Polícias Civil, Militar, Corpo de Bombeiros e Rodoviária Federal, que cumpriu mandados de prisão e de busca e apreensão nas cidades de Catolé do Rocha, Lagoa, Jericó, Santa Cruz e Pombal, no Sertão paraibano, e na região metropolitana de João Pessoa.

 

VEJA TAMBÉM:

Homem tenta agredir companheira em Catolé do Rocha e o caso vai parar na delegacia

 

Jovem é preso após ser flagrado com uma porção de maconha em Catolé do Rocha

 

Conforme informou a assessoria da PRF, pelo menos um mandado de prisão foi cumprido em Bayeux, região metropolitana de João Pessoa, e 15 pessoas foram presas durante o cumprimento dos outros mandados de busca e apreensão nas cidades do Sertão paraibano. Até as 12h desta quinta-feira, 11 armas de fogo haviam sido apreendidas durante a operação, entre elas dois fuzis calibre 762. Sete pessoas continuavam foragidas.

 

Segundo informações da polícia, a operação intitulada de “Ladinos” foi planejada pela Delegacia de Roubos e Furtos de Patos e faz parte dos trabalhos executados pela força-tarefa criada no início deste ano pela Secretaria da Segurança e da Defesa Social da Paraíba (Sesds) para enfrentamento aos crimes contra instituições financeiras.

 

 

Participam da ação cerca de 180 policiais e bombeiros empenhados em desarticular a quadrilha responsável por um estouro a carro forte em Jericó, assaltos aos bancos de Brejo dos Santos, São João do Rio do Peixe, Bom Sucesso e uma tentativa de assalto também a um banco de Jericó.

 

Os suspeitos presos foram encaminhados à sede da delegacia Seccional de Patos, onde houve uma coletiva de imprensa com representantes de todas as instituições envolvidas no trabalho.

 

G1 PB

Deixe uma resposta