Home / Policial / Policiais civis de Pombal e Coremas prendem suspeito de praticar estupro

Policiais civis de Pombal e Coremas prendem suspeito de praticar estupro

Compartilhe:

Um homem foi preso no final da noite deste deste domingo (10/03/2019), suspeito de ter estuprado uma mulher de 21 anos na zona rural de Cajazeirinhas no Sertão da Paraíba.

Leia também: Polícia Militar apreende mais uma arma de fogo em São Bento-PB

A prisão foi realizada por investigações das Delegacias de Pombal e de Coremas.

O preso se chama José Júnior Fernandes Alves, vulgo “Júnior Nonário”, de 38 anos, e ele negou ter praticado o crime contra a vítima, a qual fez aniversário neste domingo.

Segundo o suspeito, ele teria dado carona a vítima, e que teria perdido o controle da moto vindo a cair ao solo com a vítima, momento em que a jovem teria saído correndo para o mato, causando ferimentos pelo corpo.

Um exame sexológico foi realizado pelo IML em Patos, atestando a violência sexual contra jovem de 21 anos.

O acusado foi autuado em flagrante pelo crime de estupro, sendo logo em seguida, encaminhado à cadeia pública da cidade, onde permanece à disposição da justiça.

ASSESSORIA/PC POMBAL

Leia mais notícias policiais

Veja outras notícias em catoleagora.com

Deixe uma resposta

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.