Policial militar do Bope é morto a tiros em tentativa de assalto na zona Norte de Natal

O sargento Francisco Edmilson da Silva foi morto a tiros durante tentativa de assalto na noite desta sexta-feira (18), na zona Norte de Natal. O crime aconteceu na Avenida Salvador, no bairro Potengi, onde o policial militar do Batalhão de Operações Especiais (Bope) foi abordado por dois assaltantes enquanto manobrava o carro para estacionar após deixar a esposa e a filha em uma casa onde funciona uma clínica de fisioterapia. Um dos bandidos percebeu a arma na cintura da vítima e o outro realizou os disparos. F. Silva, como era conhecido, ainda foi levado por amigos ao Hospital Santa Catarina, mas não resistiu.

Ao chegarem ao carro, um Onix prata, as primeiras pessoas que tentaram socorrer o policial afirmaram que ele tinha sido atingido na cabeça e no peito, mas ainda respirava. Amigos decidiram não esperar pelo Samu e o levaram de carro ao hospital, onde F. Silva morreu.

Uma pessoa que presenciou a tentativa de assalto relatou que os criminosos chegaram a pé. Eles não levaram a arma do policial. Imagens de uma câmera de segurança mostram um dos assaltantes fugindo a pé, correndo em uma rua lateral.

  • F. Silva tinha 52 anos e estava na Polícia Militar desde 1992. O policial era casado e deixa mulher e filha.

Colegas da Polícia Militar foram até o hospital na noite de sexta-feira e fizeram a guarda no local, além de realizarem força-tarefa para encontrar os criminosos. Amigos que faziam parte de um projeto esportivo coordenado por F. Silva também estiveram no local.

Nota de pesar pelo falecimento do Sargento Francisco Silva

É com pesar que a Polícia Militar do Estado do Rio Grande do Norte comunica o falecimento do Sargento Francisco Edmilson da Silva.

O Sgt F.Silva faleceu aos 52 anos de idade, nesta sexta-feira (18), ao ser alvejado covardemente por criminosos em uma tentativa de assalto.

O Policial ingressou nas fileiras da corporação no ano de 1992, tendo trabalhado no BPChoque e estava atualmente lotado no BOPE. Deixa esposa e uma filha.

Informações sobre velório e sepultamento em breve.

A Polícia Militar lamenta a morte deste profissional de segurança pública, externando aos amigos, companheiros de trabalho e familiares, os nossos sentimentos de pesar.

G1 RN

Deixe uma resposta