Profissionais de saúde e segurança terão prioridade em vacina contra coronavírus na PB

Profissionais essenciais ao controle de doenças e à manutenção da ordem pública deverão ser os primeiros vacinados contra Covid-19 na Paraíba, seguidos pelas pessoas com idade acima de 60 anos.

VEJA TAMBÉM:

O Projeto de Lei 2.111/2020, que estabelece esse ordenamento, foi aprovado nesta terça-feira (22) por unanimidade pela Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ) da Assembleia Legislativa da Paraíba. O texto é de autoria do deputado João Gonçalves (Podemos).

Na sequência, segundo proposta do parlamentar, será a vez das pessoas com cardiopatias, diabetes, pneumopatia, doença neurológica ou renal, imunodepressão, obesidade, asma, ou outra doença que, conforme o Ministério da Saúde, o enquadre em um grupo de risco para Covid-19. Logo após, terão prioridades os professores e profissionais de apoio de escolas públicas e privadas, jornalistas e a população em geral.

“Diante do atual cenário de pandemia decretado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) desde 11 de março de 2020 em virtude da Covid-19, observa-se a necessidade de um planejamento estratégico por parte dos Estados para a distribuição da vacinação contra a doença”, justificou João Gonçalves.

A vacina contra Covid-19 ainda não está disponível para a população, mas já é desenvolvida e testada por alguns países. Ainda não há definição exata de quando o produto poderá ser usado pela população.

PORTAL CORREIO

Foto: Imagem ilustrativa | Bruno Concha/Secom-BA