Home / Mundo / Sobe para 310 o número de mortos em atentados no Sri Lanka
Área de hotel atingido por explosão é vistoriada em Colombo — Foto: Dinuka Liyanawatte/Reuters

Sobe para 310 o número de mortos em atentados no Sri Lanka

Compartilhe:

O número de mortos na série de ataques no domingo (21) de Páscoa no Sri Lanka contra igrejas e hotéis de luxo, subiu para 310, enquanto os feridos permanecem em mais de 500, segundo a última apuração divulgada nesta terça-feira (23) pelas autoridades locais em um dia de luto nacional no país.

Leia também: Epidemia de sarampo causa 1.200 mortes em Madagascar

“O número de mortos nos ataques no domingo subiu para 310”, afirmou o porta-voz da polícia do Sri Lanka, Ruwan Gunasekara, que colocou os feridos em “mais de 500”, dada a dificuldade de dar números mais precisos das vítimas.

Enquanto isso, o país, em um dia de luto nacional, está se preparando para prestar homenagem hoje em um funeral oficial na igreja Katuwapitya, em Negombo, a poucos quilômetros de Colombo.

O diretor-geral de Serviços de Saúde, o médico Anil Jasinghe, informou que “as autópsias já estavam em sua fase final”.

Até então o Hospital Geral de Negombo havia entregue a seus parentes, 92 dos 102 corpos que tinha no necrotério, enquanto o Hospital Nacional de Colombo tinha concluído as autópsias de 89 de 140 corpos, e no hospital de Batticoloa oriental, faltavam seis autópsias de um total de 29 corpos.

Entre os mortos estão pelo menos 31 estrangeiros, entre eles dois espanhóis, um bengalês, dois chineses, oito indianos, um francês, um japonês, um holandês, um português, dois sauditas, dois turcos, seis britânicos, dois anglo-americanos e dois australianos.

Os ataques no domingo no Sri Lanka começaram às 8h45 (hora local) com seis explosões quase simultâneas em três hotéis de luxo em Colombo e também em uma igreja da capital, outra em Katana, no oeste do país, e a terceira na cidade de Batticaloa.

Horas depois, uma sétima detonação ocorreu em um pequeno hotel localizado a 10 km ao sul da capital, e a última em um complexo residencial em Dematagoda, também em Colombo.

G1

*Por Agência EFE

Leia mais notícias do mundo

Veja outras notícias em catoleagora.com

Deixe uma resposta

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.