Vacina: o perigo da desinformação e a importância da imunização

“As fake news estão nos deixando doentes?”, esse foi o tema do estudo feito pela Sociedade Brasileira de Imunizações, que mostrou que sete em cada dez brasileiros acreditam em alguma informação falsa relacionada à vacinação. 

O que a internet e redes sociais falam sobre a vacina? O que a população pensa sobre ela? Como a Secretaria de Saúde vê o movimento antivacina e qual é o reflexo disso nos índices de imunização do Estado? 

O assunto tem crescido no mundo virtual e teorias ligam as vacinas à doenças e má-formações em bebês, mas a Organização Mundial de Saúde já adicionou o movimento antivacina à lista das dez maiores ameaças, junto com o Ebola, o HIV, a Dengue e a Influeza.

Doutorando em Biociências e Biotecnologia em Saúde, Irassandra Uchôa pede cautela e alerta a população sobre o poder da imunização. “Quem se vacina não protege só a si, mas as pessoas que vivem ao seu redor. A vacinação é um ato de amor e cuidado”.

Confira a reportagem completa aqui

MAISPB